jump to navigation

X – A GRANDE FAMÍLIA 03/02/2012

Posted by Frater A'.' H'.' RAK in DeMolay.
Tags: , , , , , , , ,
trackback

A nossa grande família é grande mesmo, e tenham todos certeza disto! Em 19 de Fevereiro de 1919 o tio Frank Sherman Land conhece o jovem Louis Gordon Lower, juntamente com os demais fundadores, decidindo por fundar uma espécie de clube; em 24 de Março o grupo tem sua primeira reunião e escolhe o nome de “Conselho DeMolay”. Ainda no mesmo ano o nome muda para o atual, “Ordem DeMolay”. No ano seguinte surge o segundo capítulo, em Omaha, estado de Nebraska. Em 1921 surge a primeira reunião de coordenação da Ordem DeMolay, através de um orgão então conhecido como “Grande Conselho da Ordem DeMolay”, e que passa a chamar-se International Supreme Council pouco tempo depois. No mesmo ano de 1921 a Ordem DeMolay é oficialmente apadrinhada pela Maçonaria, passando a ser um Patrocínio regular.
Como se pode perceber a Ordem DeMolay tem suas próprias raízes, sua própria história, e uma essência de ser e trabalhar totalmente sua, e é portanto uma instituição Soberana, Autônoma e Independente desde o seu início; surgiu pela reunião de jovens e não de maçons, surgiu pelo carinho, afeto e companheirismo mútuo de cidadãos e não de uma instituição. Nascemos livres, e livremente optamos por nos associarmos com a “Maçonaria”, é então legítimo esclarecer que mantemos em nossas mãos o direito de primogenitura igual ao dos povos de comandar nosso destino. Somos livres para escolher com quem nos associamos, e mesmo com quem não mais nos relacionamos, conforme única e exclusivamente a nossa vontade. Uma instituição que nasce sob esta bandeira de liberdade é rapidamente conduzida a uma grande estrutura, e nós não somos exceção.
Desde o início percebeu-se a necessidade de abrir espaços para abrigar não somente jovens em suas reuniões, mas também todo o entorno, suas famílias, amigos, namoradas e círculos sociais. De mesma forma que fomos melhorando os espaços para os próprios jovens demolays trabalharem; foi desta forma que surgiram as tão estimadas e tão pouco valorizadas “Organizações Filiadas e Paralelas”. Já em 1927 surge a “Order of Chivalry”, hoje já extinta. Era o primeiro embrião da participação de jovens com idade inferior a de ingresso em nossa organização. Podemos dizer que eram a primeira versão dos nossos escudeiros. Pela mesma época aparecem os Clubes de Mães. Oriundos de um profundo afeto e respeito preconizado pelos fundadores com relação a figura materna, objetivam uni-las em nosso convívio e mesmo em algumas de nossas atividades.
Percebendo a grandiosidade do valor da família e o intenso interesse são criados e autorizados os Clubes de Namoradas, Pais e Parentes. Congregando também os demais membros da grande família DeMolay. Com o tempo e a constante confusão entre estes dois órgãos houve a autorização para que as mães também integrassem o segundo grupo, unificando a participação dos familiares. Infelizmente ainda persistem as más interpretações nesta temática. Da necessidade de reconhecer esforços dos mais abnegados surge a Legião de Honra, e com a evidente necessidade de concentrar estes exemplos surgem os Preceptórios da Legião de Honra. Nesta mesma linha de raciocínio e necessidade, pouquíssimo tempo depois surge o grau honorífico de Chevalier, e seus organismos conhecidos como Cortes. O ritual deste grau é o primeiro a ser escrito inteiramente sem a participação do tio Frank Arthur Marshall, e o primeiro a reproduzir na integra um texto da bíblia.
Para reavivar o interesse dos “demolays” mais velhos e propiciar um estudo mais aprofundado estruturam-se os “Priories” aqui batizados de Conventos, organismos dos Nobres Cavaleiros da Ordem Sagrada dos Soldados Companheiros de Jacques DeMolay. Ainda pensando nos “demolays” mais velhos, mas com foco no sênior surge a Associação DeMolay Alumni, que tem em sua estrutura os organismos conhecidos como “Capítulos Alumni”, aqui no Brasil também rebatizados e identificados como Colégios.
A ordem tem ainda a figura dos clubes internos de um capítulo, sendo principalmente dois, o Clube Comunitário, que visa reunir os membros que vivem próximos em uma determinada região e focar seus esforços em benefícios especiais daquela população; e o Clube Escolar, que igualmente reúne os membros que convivem em uma mesma instituição de ensino e os compele a empreender atividades em benefício daquela comunidade. Existe ainda o Clube DeMolay de Divulgação, que pode ser criado para iniciar o processo de captação de membros em uma determinada localidade, ele é patrocinado por um capítulo regular, recebendo uma Carta Constitutiva própria, e podendo inclusive vir a tornar-se um capítulo independente, quando em condições.
E para concluir a lista das principais Organizações Filiadas e Paralelas encontramos a Ordem dos Escudeiros da Távola Redonda, que reúne crianças de 7 à 12 anos incompletos e reúnem-se nos belíssimos organismos denominados Távolas. Bem, este é em resumo o nosso timão, a nossa Grande Família.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: