jump to navigation

Kenyoku 22/05/2013

Posted by Frater A'.' H'.' RAK in Reiki, Rituais.
Tags: , , ,
trackback

reiki_maos

O Kenyoku também é conhecido como “banho seco”, pois é exatamente o que ele realiza, um banho vibracional! Tradicionalmente, a técnica do Kenyoku era transmitida no primeiro nível de reiki, o Shodem. As escolas mais tradicionais de reiki do Japão seguem este procedimento e, por vezes, esta mesma técnica também é encontrada sob o nome de Saikai-Mokuyoku. O Kenyoku visa a limpeza do reikiano. A purificação e o equilíbrio são as eternas chaves da manipulação energética em si mesmo. A técnica deve ser empregada sempre que possível e, para tal, necessita apenas da vontade de quem a pratica e de uma disponibilidade mínima, uma vez que é feita em menos de 1 minuto e em qualquer lugar.

Kenyoku pode ser resumido como um processo de limpeza, agindo principalmente no duplo-etérico, porção mais densa dos corpos superiores e que está diretamente ligada ao corpo físico material. De fato, o duplo-etérico faz parte do próprio corpo físico. O corpo físico é composto de duas partes, o material, que habitualmente percebemos com os sentidos primários da vida encarnada, e o duplo-etérico, que é o “molde” vibracional do corpo material. Tudo que há em um, há também no outro. É a pura e mais perfeita aplicação das leis da dualidade e da semelhança.

Qualquer alteração em um afeta imediatamente, e de forma semelhante, o outro. Por isto, um corte na mão produzirá uma fenda no seu duplo-etérico, como um verdadeiro corte astral. Assim como o corte físico pode infeccionar na medida em que não for devidamente tratado, com assepsia, proteção contra elementos externos e condução de cicatrização, também o corte etérico pode produzir grandes estragos se não for tratado. Geralmente, o próprio corpo produz os anticorpos necessários para garantir suas defesas e, de modo similar, conduz o estado de reequilíbrio energético, visando sanar a ferida causada nos corpos extrafísicos.

É verdade, certo e muito verdadeiro. O que está embaixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está embaixo, para realizar os milagres de uma única coisa”
– Hermes Trismegistos, o Três vezes Sábio.

A Lei da Dualidade dita que tudo é criado aos pares, eles se complementam e juntos manifestam tudo o que há. Um tratamento realizado nos corpos sutis inevitavelmente agirá beneficamente também no material. Em verdade, o conjunto do ser é tão complexo e completamente interligado que seria impossível um fato, em qualquer de suas partes ou aspectos, não produzir efeitos em outra face da mesma criatura.

O Kenyoku pode ser realizado em pé ou sentado, conforme a situação e o maior grau de conforto do praticante. É recomendável aplicar anteriormente alguma técnica de relaxamento e movimentação de chi, como as respirações ritmadas. Em seguida inicia-se de fato o Kenyoku:

kenyoku

1) Realizar a determinação mental de início e ativação da técnica. Exemplo: “Começarei agora o Kenyoku, começarei agora minha purificação”. É vital a impregnação da Vontade para que o reiki obedeça o comando de retirar as energias densas que aderiram ao corpo etérico.

2) Conectar-se com a fonte de Energia Vital Universal, fazendo a energia reiki fluir constante e abundantemente pelo corpo, senti-la percorrer os sistemas de chakras e seguir em direção às mãos.

3) Com o reiki fluindo, as duas mãos em concha, levar a mão direita sobre o ombro esquerdo e descer diagonalmente até o quadril, no lado direito. Em seguida, levar a mão esquerda sobre o ombro direito e descer diagonalmente até o quadril, no lado esquerdo. Em seguida repetir o primeiro movimento com a mão direita no ombro esquerdo indo até o quadril, novamente ao lado direito.

4) Com a mão direita sobre o ombro esquerdo, descer mais rispidamente pelo braço esquerdo que está estendido ao lado do corpo, passando pela mão, com os dedos esticados, e seguindo um pouco mais. Depois inverter o movimento. Com a mão esquerda sobre o ombro direito descer ligeiramente pelo braço direito que esta estendido ao lado do corpo, passando pela mão, com os dedos esticados, e seguindo um pouco mais. Se sentir vontade, realize complementarmente um terceiro movimento que consiste em repetir o primeiro, com a mão direita perfazendo a limpeza do ombro esquerdo, passando pelo braço e mão.

Assim que a técnica em si for terminada, é recomendável a prece de agradecimento pela oportunidade de purificar-se através do reiki. O Kenyoku é altamente funcional e recomendado sempre antes e depois da aplicação de reiki em qualquer outro ser. Ele ajuda a eliminar as trocas energéticas densas entre o aplicador e o receptor do reiki.

Sempre que dois corpos estão próximos eles estabelecem ligações energéticas mais ou menos intensas e por elas passam a trocar fluidos de suas energias particulares. Estas cargas são mais ou menos malévolas conforme a constituição particular do corpo receptor, passivo neste processo, em seu estado vibratório e em função da densidade de carga trocada. Naturalmente, por uma função similar, a osmose, este é o comportamento também encontrado nos corpos superiores que, ao entrarem na área de influência de outros corpos, iniciam imediatamente o processo de equilíbrio de suas vibrações, sendo isto regulado principalmente pela capacidade destes corpos de constituirem-se de verdadeiras membranas de isolamento e/ou regulação de troca dos respectivos fluídos.

Naturalmente, o Kenyoku age como purificador no campo vibracional, o que em hipótese alguma dispensa a igual limpeza física do adepto. O praticante deve estar o mais limpo possível, lavando as mãos também antes e depois do atendimento a cada outro ser a que se dispuser a ajudar. Sempre que for possível, uma toalete completa é recomendável antes de um período de atendimentos.

*Fotos retiradas da internet.

Anúncios

Comentários»

1. Maria Izabel vieira - 22/05/2013

Onde posso encontrar um bom curso de reiki em Santos – SP ?

Frater A'.' H'.' RAK - 22/05/2013

Oi Maria Izabel!

Infelizmente não tenho uma indicação para lhe dar, desconheço os Mestres Reiki que atuam na cidade de Santos, eu atuo principalmente em Porto Alegre/RS, onde resido.
Mas umas dicas: Cheque o histórico da pessoa, uma busca na internet já pode lhe revelar possíveis reclamações de ex alunos. Converse com a pessoa antes do curso, se possível com alguns dias de espaço, veja se ela lhe transmite confiança, se lhe parece uma pessoa séria e de quem você gostaria de receber uma iniciação espiritual, alguém lhe será importante, senão crucial, neste momento tão sagrado em que se inicia uma jornada. E acima de tudo, ore, medite e peça a inspiração superior, certamente você será orientada quanto a adequação ou não para lhe instruir.

De qualquer modo sempre que quiser escreva, estou a disposição, no que puder ajudo.

Abraços…

2. Célia - 23/12/2013

Oi Izabel…

Fiz o curso de Reiki neste final de ano (2013) na escola SENAC. Amei nossa mestra. Vi a programação do SENAC de Santos – em Cursos Livres – e as matrículas estão abertas para o Reiki.Espero que dê tudo certo e que vc goste


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: