jump to navigation

Walt Disney 05/12/2013

Posted by Frater A'.' H'.' RAK in Cultura, DeMolay.
Tags: , , ,
trackback

Walt Disney DeMolay 1

Aqui um pouquinho desse grande DeMolay.

Disney foi iniciado no Capítulo Mãe em Kansas City, Missouri, em 1920. Ele recebeu a Legião de Honra em 1931. Disney foi um membro da primeira classe a ser introduzida no Hall da Fama DeMolay no dia 13 de novembro de 1986. Walt Disney (Cartunista extraordinário, intérprete – 1901/1966 ) – um ícone por gerações, um homem com uma visão, um sucesso feito por si mesmo que construiu um império com seus desenhos – foi primeiro um DeMolay.

“Eu sinto um grande senso de obrigação e gratidão para a Ordem DeMolay devido o papel importante que teve em minha vida. Seus preceitos foram inestimáveis tomando decisões, enfrentando dilemas e crises, sujeitando a face e ideais e conhecendo esses testes que são carregados quando compartilhados com outros em um laço de confiança. DeMolay representa tudo aquilo que é bom para a família e para nosso País. Eu me sinto privilegiado de ter participado da sociedade DeMolay.” Estas foram as palavras de nosso querido irmão Walt Disney sobre a Ordem Demolay.

Disney nasceu em Chicago e criado em Marceline, Missouri. Ele passou a maior parte de sua juventude em uma fazenda, freqüentemente esboçava ilustrações dos animais. Depois, sua família mudou-se para Kansas City onde Disney fez pequenos trabalhos para ajudar a sustentar sua família, incluindo ser entregador de jornal por seis anos. Aos 15 anos, ele saiu da escola.

Antes do outono de 1917, a Primeira Guerra Mundial estava com toda força. Disney quis se unir ao exército na guerra, mas ele tinha só 16 anos e foi mandado embora. Determinado a ajudar, Disney viajou para a França e se tornou um motorista de ambulância da Cruz Vermelha. A ambulância de Disney não era enfeitada com camuflagem, mas com seus desenhos originais.

Disney voltou para Kansas City em 1918 e se tornou um artista. Depois de trabalhar em uma agência de publicidade local, Disney organizou sua própria companhia. Quando ele decidiu fazer do desenho animado sua profissão, Disney viajou para Chicago para assistir à Academia de Arte de Chicago pela noite enquanto trabalhava de dia. Depois de vários anos, Disney se mudou para Hollywood.

Em Hollywood, Disney formou uma pequena companhia com o irmão dele, Roy. Ele fez uma série de filmes de desenhos animados que ele chamou “Alice Comedies”. Lá ele conheceu Lillian Bounds, que depois se tornaria senhora Disney. Durante os próximos dez anos, Disney sofreu tempos muito duros em sua carreira. Embora algumas das criações de Disney tinham êxito, os desenhos dele não puderam ser chamados distintos.

Para superar a fase difícil e contornar os prejuízos, Walt Disney criou Mickey Mouse em 1928. Mickey Mouse foi o primeiro de Disney e hoje, o mais amplamente conhecido personagem de desenho animado. Inicialmente Mickey chamava-se Mortimer Mouse e apareceu pela primeira vez no filme Steamboat Willie que foi exibido em Nova Iorque. Poucos sabem mas apesar de ser uma criação de Walt Disney, quem gerou a personalidade deste personagem foi o desenhista Ub Iwer. Até 1946 o próprio Walt Disney fazia a voz de seu personagem Mickey em todos os filmes. Em 1978, na celebração dos seus 50 anos, tornou-se o primeiro personagem de animação a ter uma estrela na calçada da Fama de Hollywood.

Um sucesso seguiu outro e antes da morte de Disney em 1966, sua pequena companhia havia se expandido para um império com cor, cinema, televisão e dois parques temáticos. Ele produziu clássicos longas-metragens animados como: “Branca de Neve e os Sete Anões”, “Pinocchio”, “Fantasia”, “Dumbo” e “Bambi.” Disney, junto com o seu pessoal, recebeu quarenta e oito Prêmios de Academia (Oscars) e sete Emmy. Ele também foi premiado com a Medalha Presidencial de Liberdade. O sonho de Disney não terminou com sua morte. Até hoje, Disney é um dos nomes mais reconhecidos mundialmente e o império dele continua se expandindo no século 21, e tudo começou com um homem e um sonho…

Walt Disney, como todos já sabem, foi um grande DeMolay. Muito atuante em seu Capítulo, muito querido e muito respeitado por todos. Certo dia, quando estava apenas começando a sua carreira de desenhista, indicou um amigo, chamado Mickey, para que fosse iniciado na Ordem DeMolay. Passou boas referências sobre o garoto, o que levou a ser aprovado. Tão grande era o respeito que os demais DeMolays tinham por ele que acharam que não era necessária uma sindicância sob o forasteiro, e Mickey seria o único iniciado naquele dia.Chegando, então, o dia da iniciação, todos já demonstravam uma ansiedade em conhecer o profano que iria ser iniciado. Todos tinham certeza que realmente seria um grande DeMolay, pois Disney havia empenhado a sua palavra.Porém, Mickey, demorava a chegar, a cerimônia estava preste a ser iniciada e ainda não havia chegado. Naquela altura todos já perguntavam a Disney: onde está o garoto? Disney sempre respondia: no momento certo ele vai chegar. Alguns já pensavam em cancelar a iniciação, mas Disney não deixou. Pediu que começasse a cerimônia de abertura e que se o garoto não chegasse até esta se encerrar que cancelassem.Em um clima de constrangimento os DeMolays começaram a cerimônia de abertura do Grau Iniciático, quando esta acabou os irmãos notaram que o garoto Mickey não havia chegado. Todos estavam decepcionados com o garoto e, também, com que o indicou.Foi então naquele momento em que o Irmão Walt Disney surpreendeu a todos. Ele dirigiu-se até o altar e disse: “O garoto Mickey esteve este tempo todo comigo, já está na hora de apresenta-lo a vocês”. Todos se espantaram, pois ninguém havia visto o garoto. Foi então o momento em que Disney tirou de dentro de um grande envelope um desenho e, logo em seguida, apresentou a todos seus irmãos DeMolays. Era o desenho de um camundongo simpático e sorridente. Ninguém estava entendendo e Disney complementou: “este é o Mickey, ele não vai decepcioná-los”. Mickey, um simples desenho e até então desconhecido por todos, simbolicamente, e com um DeMolay segurando o desenho, percorreu as colunas, fez seu juramento e foi iniciado como todos nós, tornando-se assim um DeMolay.Anos mais tarde, Walt Disney, criou o maior parque de diversões, a Disney World, e sempre com muito orgulho dizia: “lembrem-se, tudo isto começou com um camundongo”. Mickey, conforme prometeu Disney, não nos decepcionou: é um camundongo muito querido e simpático, praticante dos bons valores e virtudes DeMolays, assim como foi o seu criador. É a grande figura daquele parque, ocupando o lugar de maior destaque.Hoje, Walt Disney, está inscrito no “Hall da Fama DeMolay”, e Mickey pode ser encontrado no International Supreme Council. Ambos estão imortalizados em nossas memórias, pois fizeram parte de nossas infâncias, assim como continuam, e continuarão, a fazer parte da infância de muitas crianças.
Esta é uma das charges publicadas na revista “Cordon”, uma revista oficial do ISC. Esta foi publicada em 1932. Uma série de pequenas charges com o Mickey e outros personagens de Disney foi publicada por alguns anos, ao que se sabe esta ai foi a primeira, onde eles decidem por fundar um capítulo. Pouco depois quando o Pato Donald foi criado ele começa a aparecer no “Cordon”, mas como alguém que não pertence ao capítulo e que tenta invadir as reuniões. Abração a todos…


* Imagens retiradas da internet.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: